K1 – Sérgios dominaram o KKW 21

Sérgios dominam KKW 21 na K1Sérgios dominam KKW 21 na K1

“E na K1, o piloto Sérgio vence a corrida, no sufoco, com uma vantagem mínima de aproximadamente meio segundo de diferença…”. Se começássemos a matéria desta maneira, estaríamos economizando letras, pois estas informações são reais e aconteceram no último KKW. Mas, isso com certeza colocaria o leitor com algumas dúvidas, certo? Dúvidas do tipo, “qual Sérgio venceu?” ou “em qual corrida foi, pois a K1 teve etapa dupla, certo?”. Bom, toda essa confusão se resolve quando se explica uma simples e curiosa coincidência: No último evento, os dois Sérgios venceram sob essas condições.

Na primeira bateria do dia, a etapa 9, Stewart mandou muito bem, marcando a pole e vencendo a corrida, com uma pequena vantagem de 0,464 segundos de Denis Hunt e 0,854 segundos a frente de Zé Perez. Vitória muito apertada e comemorada pelo piloto. Após a corrida, Stewart, com a humildade de sempre, declarou que não bolou nenhum plano para vencer, que simplesmente deu sorte de ter chegado na frente e que ficou a corrida toda sofrendo para manter a liderança:

“Eu não costumo fazer estratégias, apenas gosto de disputas sadias. Na verdade, eu passei foi sufoco com os amigos Perez e Hunt tentando me ultrapassar.”

Ainda sobre sua disputa em particular com seu amigo Hunt, Stewart comentou:

Na verdade, eu passei foi sufoco com os amigos Perez e Hunt tentando me ultrapassar
Sérgio Stewart

“A briga com ele sempre foi saudável. Ano passado, quando eu era da K2, sempre participava dos amistosos para tentar ganhar dele. Este ano, estou dando sorte. Sem fazer as contas de quem chegou na frente, acho que estou ganhando.”

Na verdade, a disputa está empatada e equilibradíssima, num embate de alto nível e recheado de medalhas. Das 10 etapas cada um chegou na frente do outro 5 vezes e ambos conquistaram juntos 11 medalhas, ou seja, mais de uma por corrida, conforme observado no quadro abaixo:

Stewart – 02° | 13° | 02° | 03° | 14° | 03° | 11° | 03° | 01° | 08°
Hunt – 11° | 05° | 19° | 19° | 03° | 05° | 01° | 02° | 02° | 03°

Disputa direta: Stewart 5 x 5 Hunt

Sérgios dominam KKW 21 na K1Sérgios dominam KKW 21 na K1

Já na bateria seguinte, o outro Sérgio, o Schumacher foi o protagonista da corrida. Largando na 3ª posição, o piloto ultrapassou Chico Landi na largada e ficou boa parte da corrida esperando um erro de Hugo Fisichella, que havia largado na pole e liderava até então. Esse erro apareceu, Schumacher não desperdiçou a oportunidade e passou seu concorrente, conseguindo se manter até o final à sua frente, cruzando a linha de chegada em primeiro lugar, apenas 0,569 a frente de Hugo. Feliz, o piloto declarou logo após a corrida:

“Já estava com saudades do primeiro lugar. Venci no segundo KKW do ano e tinha batido na trave algumas vezes ao longo da temporada, por causa de bobeiras minhas mesmo. Nesta corrida, fiz de tudo para manter o foco e consegui. Espero que venham outras ainda este ano.”

O piloto ainda revelou sua estratégia de como trabalhou sua mente, pois na bateria anterior, ele teve um resultado ruim, chegando na 11ª posição:

Coloquei na minha cabeça que a etapa 10 seria a primeira do dia, que eu tinha que esquecer a corrida anterior. Procurei manter a calma e a coisa fluiu.
Sérgio Schumacher

“De uma corrida pra outra, eu geralmente fico chateado quando vou mal na primeira, mas desta vez foi diferente. Coloquei na minha cabeça que a etapa 10 seria a primeira do dia, que eu tinha que esquecer a corrida anterior. Procurei manter a calma e a coisa fluiu.“

O fato é que, coincidência ou não, os xarás dominaram o evento, levando cada um uma medalha de ouro e ambos estão muito próximos tanto na disputa pelo troféu da Winter Cup, quanto na classificação anual e curiosamente, nas mesmas colocações nos dois campeonatos. Stewart está em 3° e Schumacher em 5°. Na Winter, Stewart tem 73 pontos, empatado com Roberto Bussinello, enquanto Schumacher tem 68. Na disputa anual, Stewart possui 178 e Schumacher 172.

Sérgios dominam KKW 21 na K1Sérgios dominam KKW 21 na K1

Embora não haja nenhuma rivalidade entre eles (Schumacher visa mais vencer o seu rival Zé Perez e a briga de Stewart é com Hunt), ambos estão travando um belo duelo na parte de cima da tabela. Será que este nome já traz um quê de talento ao piloto? Sobre o assunto, Stewart brinca:

“Eu não tinha pensado nisso, mas realmente é interessante. Então vamos nos unir para conquistar medalhas, pois os Sérgios unidos, jamais serão vencidos.” – finalizou o piloto, com muito bom humor.

O próximo KKW está marcado para o dia 16 de outubro e será a penúltima etapa do ano. Será que esta corrida estará reservada novamente para um dos Sérgios?

Veja a entrevista de Sérgio Schumacher na íntegra:


– por Rafael Areia | jornalista KSN